Desde o início do surto, o Irão registou 5.391 mortes, num total de 85.996 casos, disse o porta-voz do Ministério da Saúde, Kianuche Jahanpur, na conferência de imprensa diária de atualização dos números da pandemia no país.

“A tendência para uma baixa progressiva dos casos de infeção mantém-se”, disse.

O Presidente iraniano, Hassan Rohani, advertiu todavia hoje que o vírus não foi ainda vencido e pediu à população que se mantenha vigilante.

“O maior problema que nos pode afetar é pensarmos, com arrogância, que o trabalho está terminado e que ganhámos”, disse Rohani durante a reunião semanal do executivo.

O novo coronavírus foi detetado no Irão em fevereiro e o país tornou-se um dos países mais afetados pela pandemia, até ser ultrapassado por alguns países da Europa, atualmente a região do mundo com mais casos (1,2 milhões) e mais mortos (110 mil).

Surgido em dezembro na China, o vírus SARS-CoV-2 espalhou-se por 193 países e territórios, tendo já infetado mais de 2,5 milhões de pessoas, 178 mil das quais morreram.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.