Quatro dos operacionais infetados são profissionais do corpo ativo.

O quinto infetado é voluntário da corporação, no distrito do Porto, acrescentou o comandante.

Até ao momento, foram realizados testes a 32 bombeiros e para hoje estão previstos mais 21.

Júlio Pereira disse à Lusa que a situação exigiu algumas alterações no funcionamento da corporação, mas, acentuou, está assegurada a sua operacionalidade.

As autoridades de saúde, disse ainda, estão a acompanhar a evolução da situação.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.