Segundo o comunicado diário da Autoridade Regional de Saúde, dos 57 novos casos, 45 foram registados em São Miguel e 12 na ilha Terceira, as duas ilhas mais afetadas do arquipélago.

No caso específico de São Miguel, 28 casos estão relacionados com a vila de Rabo de Peixe, sob cerca sanitária, resultantes de testes rápidos no âmbito do rastreio em curso, não estando estes relacionados com cadeias anteriores.

Foram registadas sete recuperações na ilha Terceira, todas em Angra do Heroísmo, uma na ilha do Pico e outra nas Flores, contando-se com 46 cadeias de transmissão ativas.

Existem nos Açores 485 casos positivos ativos, sendo 355 em São Miguel, 128 na ilha Terceira, um no Pico e outro no Faial, tendo sido detetados até hoje 1.290 casos de infeção pelo novo coronavírus SARS-CoV-2, verificando-se 19 óbitos e 703 recuperações.

Estão internadas 18 pessoas, sete no Hospital do Divino Espírito Santo de Ponta Delgada, dez no Hospital de Santo Espírito da ilha Terceira, três dos quais em cuidados intensivos, e um no Hospital da Horta.

Na cerca sanitária de Rabo de Peixe, a direção regional de Saúde refere que na sexta-feira e no sábado foram testadas 5.846 pessoas, de uma população de cerca de 10 mil pessoas, tendo sido apurados 114 novos casos.

No terceiro dia de testes, a que a população de Rabo de Peixe “está a aderir em força, espera-se que o número de colheitas se aproxime dos três mil”.

Segundo a direção regional de Saúde, “todas as pessoas identificadas como positivas estão a receber orientações dos profissionais de saúde, permanecendo em isolamento nas suas próprias residências, ou sendo encaminhadas para as estruturas residenciais abertas para o efeito”.

Estão no terreno cerca de 170 profissionais de saúde e colaboradores de diversos serviços, do Governo Regional, proteção civil, forças de segurança e as autarquias do concelho da Ribeira Grande.

Portugal contabiliza pelo menos 4.876 mortos associados à covid-19 em 318.640 casos confirmados de infeção, segundo o último boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS).

O país está em estado de emergência desde 09 de novembro e até 08 de dezembro, período durante o qual há recolher obrigatório nos concelhos de risco de contágio mais elevado.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.529.324 mortos resultantes de mais de 66,4 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.