A propósito do Dia Internacional do Preservativo, uma iniciativa da AIDS Health Care Foundation que se celebra a 13 de fevereiro, a ARS Norte aproveita a data para informar sobre a importância do preservativo e alertar a população para o seu uso adequado, explicou, em comunicado.

Na nota, a ARS Norte recorda que em 2017, em Portugal, foram diagnosticados 1.068 novos casos de infeção pelo Vírus da Imunodeficiência Humana (VIH) e, destes, 99,6% tinham uma idade igual ou superior a 15 anos. Em 98,1% a transmissão ocorreu por via sexual.

Cerca de 23% dos indivíduos residiam na região Norte, à data em que foram notificados, acrescentou.

“Verificou-se que o concelho do Porto está entre os dez concelhos do país com taxas mais elevadas de diagnóstico de infeção por VIH nos últimos cinco anos (2013-2017), de acordo com a análise da epidemia por VIH efetuada no âmbito da iniciativa “Cidades na Via Rápida para acabar com a epidemia por VIH e Sida”, a que a cidade do Porto aderiu”, referiu.

Já de acordo com os dados nacionais do estudo "A saúde dos adolescentes portugueses após a recessão", realizado no âmbito do Health Behaviour In-School Age Children, a ARS Norte ressalvou que 28% de adolescentes portugueses referem não ter utilizado o preservativo na última relação sexual e 6,1% não se lembram de o ter usado.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.