Em comunicado, o CHMT revelou que o investimento de 3,5 milhões de euros nas três unidades hospitalares, em Abrantes, Tomar e Torres Novas, diz respeito, por exemplo, à instalação de sistemas fotovoltaicos, substituição de caldeiras de condensação e utilização de iluminação LED.

Estas medidas “vão resultar numa redução do impacto ambiental do CHMT e levar a uma poupança na fatura energética superior a um milhão de euros por ano”, sublinhou a entidade.

Segundo o CHMT, as obras nos hospitais daquelas três cidades foram comparticipadas em mais de 95%, pelo Fundo de Coesão, através de candidaturas ao Programa Operacional de Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos (POSEUR).

Além destas intervenções, aquele centro hospitalar anunciou a criação, em maio, da Comissão Hospitalar de Ambiente e Sustentabilidade, para “propor, planear e implementar novas abordagens de intervenção, otimização de recursos e gestão sustentável”.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.