a Alemanha, os exames para controlo do cancro da mama estão a ser feitos por mulheres cegas e um estudo sugere que pessoas invisuais podem detetar tumores mais cedo dos que as restantes.

A ideia partiu de um médico alemão. "Três minutos é o tempo que eu tenho para fazer exames clínicos da mama. Isso não é suficiente para encontrar pequenos nódulos no tecido mamário, o que é crucial para detetar o cancro de mama cedo", sublinha o ginecologista Frank Hoffmann, citado pela BBC.

Os cegos têm o tato mais desenvolvido, pelo que Hoffmann pensou que as mulheres cegas ou com deficiências visuais poderiam ter maiores qualificações que quaisquer outras para detetar cancro de mama nos seus pacientes.

Para este médico, as pessoas treinadas para ler em braille desenvolvem esse sentido com mais facilidade.

O estudo da Universidade de Essen ainda não foi publicado, mas segundo adianta a BBC a investigação indica que as mulheres cegas conseguiram detetar quase um terço a mais de nódulos que os outros ginecologistas.

Frank Hoffmann fundou uma organização, a Discovering Hands, e desenvolveu um curso para treinar mulheres cegas para se tornarem examinadoras médicas táteis. Neste momento, já há 17 mulheres cegas a desenvolver este tipo de funções em clínicas de toda a Alemanha.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.