O mito de que a massa engorda prende-se com o facto de ser rica em hidratos de carbono. A partir daqui, criou-se a ideia de que o prato é um fonte de calorias e nutricionalmente pobre.

No entanto, um novo estudo, publicado na revista Nutrition And Diabetes, baseado em dados de 23 mil pessoas conclui que as pessoas que mais vezes comem massa não são por isso mais gordas. Pelo contrário. Foram aquelas que perderam mais peso ao longo do período de análise.

Para a investigação, os cientistas convidaram os voluntários a fazer um diário, no qual registassem os seus hábitos alimentares diários. Os autores do estudo recolheram a informação, avaliaram a quantidade de massa ingerida por dia e compararam-na com o índice de massa corporal (IMC) e com as medidas da cintura e quadril de cada voluntário.

Saiba também: Alimentos processados que está autorizado a comer

"Ao comparar os dados antropométricos com os hábitos alimentares, verificámos que o consumo de massa, ao contrário do que se pensa, não está associado a um IMC alto, mas exatamente ao contrário", explicou George Pounis, co-autor do estudo, citado pela imprensa internacional.

O relatório afirma que a retirada completa de massas de uma dieta não é uma "atitude correta", especialmente considerando o quão "fundamental" é a Dieta Mediterrânea (considerada uma das mais saudáveis e património mundial da Unesco).

O segredo, lê-se na investigação, é combinar a massa com legumes, peixe e azeite e evitar as carne e gorduras animais. E claro, nunca comer massa em excesso.

Leia ainda17 formas de controlar o peso quando tem pouco tempo

Veja isto: 25 truques inimagináveis para perder peso

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.