Antes de começar a escrever este artigo, estava lívida e as minhas reações explosivas foram dignas de registo. Quatro dias depois, como num passe de mágica, apareceu-me a menstruação. Tudo passou a fazer sentido. Como mulher racional que sou, acho patético todos os meses ter esta sequência de sintomas e comportamentos inapropriados e, ainda assim, ser sempre apanhada de surpresa. Como é que, passados 33 anos de existência, ainda não percebi que a culpa é das minhas hormonas?

À falta de clarividência juntam-se outros fatores que não ajudam nada. A cara fica repleta de borbulhas, os músculos doem, o cabelo fica oleoso e a barriga incha com a mais insípida das sopas. Como os sintomas de tensão pré-menstrual (TPM) são mais do que muitos (mau humor, irritabilidade, inchaço e sensibilidade mamária para não falar de outros) é difícil de identificar e definir. Apesar disso, calcula-se que entre 20 a 50 por cento das mulheres em idade fértil sofrem deste mal e que 90 por cento têm sintomas físicos e/ou emocionais.

O que acontece é que nos dias que antecedem a menstruação o equilíbrio entre estrogénios e progesterona é destabilizado a favor dos estrogénios, originando os sintomas acima referidos, uma aparência cansada e desgastada e, não menos importante, uma verdadeira montanha russa de emoções. De repente ocorreu-me uma coisa. E se eu simplesmente aceitasse que o meu corpo estava a passar por uma fase transitória?

Talvez assim conseguisse limitar os estragos no visual e na mente. Foi então que, após estes anos todos de convivência conflituosa com a TPM, decidi criar um plano para voltar a ter controlo sobre o meu corpo nesta altura. Saiba no que consiste. Em Portugal, a síndrome pré-menstrual é um transtorno que afeta mais de 75% das mulheres portuguesas. Embora não existam dados objetivos para a TPM, estima-se que a percentagem seja igualmente elevada.

Estes são os comportamentos a adotar para mimimizar o problema: 

- Tome nota das suas alterações de humor

Não vale a pena entrar em negação. Faça o download de uma aplicação que ajuda a controlar o ciclo e a saber em que dias estamos ou não em TPM. Há várias aplicações que o fazem mas a Period Tracker Lite, gratuita na App Store, possibilita a criação de alertas e anota os vários sintomas dos dias de menstruação per se. É sempre bom ter uma ajuda extra.

- Durma bem

Nunca é demais repetir que o sono tem um impacto gigante no (des)equilíbrio hormonal. O corpo recupera fisicamente entre as 22 horas e as 2 horas da manhã e, psicologicamente, entre as 2 horas e as 6 horas da manhã. Para que tal aconteça na sua plenitude, neste período o ideal é recusar programas de índole social para garantir que vai para a cama às 22 horas em ponto. Pessoalmente, tenho dois truques que me ajudam a concentrar e a evitar as insónias e a ansiedade que chegam com a TPM. Uma delas foi uma descoberta recente e, apesar de dizerem que faz mal dormir com o telemóvel por perto, dá resultado. Sim, é mais uma aplicação, chama-se Sleep Pillow, é gratuita e o que faz é emitir uma série de sons relaxantes que induzem o sono. Comigo funciona!

Além disso, pulverizo um bocado de Deep Sleep Dreamy Pillow & Body Mist, da The Body Shop na almofada e no corpo antes de dormir. A fragrância relaxante ajuda-me a acalmar. Confesso que a maioria dos truques, sobretudo a parte de ignorar programas nocturnos, são difíceis de levar a cabo, mas vale a pena o esforço e ao menos fica com a certeza de que existem formas de atenuar os sintomas desagradáveis que roubam horas de sono nesta fase do mês.

Veja na página seguinte: Mais gestos que ajudam a lidar com o problema

- Diga Ommmmm…

Não sou de grandes desportos, é um facto. Anos dedicados a escrever sobre saúde e beleza mas não há modalidade que desperte o meu interesse. Tentei de tudo, incluindo body pump, jogging e pilates… Mas nada me motivou o suficiente para levantar o rabo da cadeira. Por isso, no meu caso, a alternativa para acalmar a angústia pré-menstrual chama-se meditação. Está cientificamente provado que quinze minutos de manhã e à noite melhoram as respostas emocionais e reduzem os níveis de stresse.

Viver o momento presente e focar-se na tarefa que tem entre mãos, em vez de viver em constante multitasking, melhora a concentração e as reações emocionais adversas. Como não sabia como começar fui buscar outra aplicação! Headspace é uma aplicação que oferece dez minutos de mindfulness por dia durante dez dias. Pode parecer um exagero refugiar-se de tudo e de todos durante este tempo, mas a verdade é que acabará por se deitar muito mais tranquila e acordar revigorada.

- Vá com calma

A falta de energia e motivação para o desporto é inegável. O corpo não reage aos estímulos e torna-se complicado levar a cabo uma atividade física demasiado intensa. Mas há a questão das endorfinas (as substâncias do bem-estar) que são libertadas quando se faz desporto, pelo que não deve parar completamente. Opte por exercícios mais leves, como caminhadas matinais ou ao final do dia num jardim, perto do mar ou à beira-rio. Recomendo.

- Siga o seu olfato

Farto-me de perguntar porque fico tão sensível a cheiros quando estou em TPM e não consigo usar os meus perfumes habituais. Após uma investigação descobri que o cérebro reage mais depressa aos odores do que qualquer outro sentido. Logo antes da menstruação podemos estar até 10.000 vezes mais sensíveis a odores. Por isso, opto por usar fragrâncias reconfortantes e que conheço bem. Normalmente, volto ao meu Infusion d'Iris, da Prada, mas neste caso o gosto pessoal de cada pessoa conta muito. Faça o mesmo e procure aquele perfume com o qual não se sente invadida ou enjoada.

- Tome menos café

É mais do que sabido que a cafeína estimula o sistema nervoso, aumentando os níveis de stresse. Tire-a do menu nos dias que antecedem a menstruação. Para além disso, evite alimentos com soja, uma vez que têm propriedades que confundem o ciclo menstrual. Basta fazer uma ronda por sites e livros de alimentação para perceber que há alimentos que solucionam muitos problemas típicos desta fase. Para a retenção de líquidos nada melhor do que alho, espargos, cebola, melão, alface, vegetais crus, salsa e espinafres.

Os alimentos ricos em vitamina B6 ajudam a regular as hormonas e a equilibrar as oscilações de humor, pelo que é recomendado fazer muitas refeições com salmão, feijão ou couve. Para relaxar os músculos, deve ingerir magnésio. Encontra-o na banana, arroz integral, massa e, mais importante ainda, chocolate. Mas este em de conter 70 por cento de cacau, por isso não serve qualquer um! O meu melhor truque? Alcachofra! Este alimento é perfeito para desinchar e regular o trânsito intestinal. Por isso, para além de o incluir na alimentação, tomo as cápsulas de Extrato de Folha de Alcachofra, da Solgar, à venda nas lojas Celeiro.

Veja na página seguinte: O problema da depilação

Depilação? Não me parece...

Não sei se é um sentimento generalizado, mas sempre que vou à depilação em período pré-menstrual arrependo-me. Fico muito menos tolerante à dor e a cada puxão, parece que estou a raspar a pele no asfalto quente. A pele contém centenas de recetores hormonais que são sensíveis às alterações que ocorrem nesta fase, aumentando também a dor. Como sou um pouco cobarde, costumo adiar as minhas sessões de depilação, mas caso seja apanhada desprevenida, como já fui muitas vezes, tomo um analgésico cerca de meia hora antes da tortura. Mesmo que seja psicológico, ajuda...

A melhor desculpa para um tratamento

Para lidar com os sintomas físicos da TPM existem outras estratégias. A pele adora estrogénio. Esta hormona ajuda a reduzir a produção de sebo e promove a hidratação e a produção de colagénio. Por isso, na fase pré-menstrual, quando o estrogénio está na mó de baixo, a pele revela-se no seu pior estado. Incha, os poros ficam obstruídos e, na pior das hipóteses, aparecem borbulhas gigantes na zona do maxilar. Se é como eu e sente a necessidade de fazer um tratamento facial mais profundo, fale com o seu dermatologista e aconselhe-se sobre os melhores ingredientes e técnicas para si.

Eu faço os meus tratamentos no Spa Float In, em Lisboa, porque, para além dos tratamentos faciais e das massagens relaxantes, acredito na flutuação como uma terapia adequada aos sintomas da TPM. Fico uns minutos a relaxar e as dores de corpo são atenuadas. Sai-me verdadeiramente um peso de cima. A sensação, depois do tratamento, é verdadeiramente libertadora.

De acordo com um estudo feito pela Universidade da Califórnia, nos EUA, liderado por Alistair Wallbaum, a flutuação-REST (terapia da estimulação em ambiente restrito) funciona como uma poderosa força de indução do relaxamento e tem um potencial clínico no tratamento de doentes com problemas relacionados com distúrbios de stresse, cefaleia de tensão muscular, distúrbios de ansiedade, dor crónica, insónia psicofisiológica, TPM e artrite reumatoide. De resto, tudo o que sejam massagens que reduzam a retenção de líquidos são bem vindas e, no rosto, tratamentos que melhorem a circulação sanguínea e reduzam as rugas causadas pelo stresse e cansaço.

O segredo da camuflagem

Para o ataque às borbulhas, para além de tratamentos e produtos específicos, há truques de maquilhagem que podem salvar- nos de situações embaraçosas. A solução mais simples é usar um corretor de olheiras ou fond de teint com acabamento em pó ou matificante. Para o aplicar, use um cotonete. Não só ajuda a esbater como evita contaminações de germes e bactérias que transportamos nas mãos. A solução para uma beauty freak como eu é ver o vídeo de 20 minutos da guru de maquilhagem Lisa Eldridge PMS Face - Skincare and Beauty Tips. Depois de o ver, vai ser impossível sair de casa com qualquer vestígio de TPM, nomeadamente olhos inchados, borbulhas e rubor...

O cabelo também precisa de ajuda

O que mais me deita abaixo é o cabelo que fica sem volume e com tendência para a oleosidade. Apesar de ter como hábito lavá-lo todos os dias, nesta fase parece não ser o suficiente. Como se isto não bastasse, as pontas ficam mais secas do que é costume. O melhor remédio é usar uma máscara com ácido láctico, ideal para reconstruir a fibra capilar e preenchê-la. Como sou meio aloirada, uso a máscara Blonde Idol Mask da Redken, uma vez por mês.

Texto: Madalena Alçada Baptista

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.