"Quando um idoso se instala num lar, as famílias devem garantir que este se sente feliz, confortável e seguro. É importante que os familiares estejam atentos a possíveis sinais de maus-tratos, que não se limitam a questões físicas, como contenção ou força desnecessária. Os idosos também podem passar por episódios de maus-tratos psicológicos, como insultos ou ordens injustificadas, ou negligência, quando não são tratados de forma digna e humana. Como existem vários idosos em instituições que não se conseguem expressar, são as famílias que devem assumir o seu papel vigilante e assegurar o bem estar do idoso", explica Marina Lopes, CEO e fundadora da Lares Online.

Assim, para ajudar as famílias a descodificar alguns comportamentos, a Lares Online revela cinco sinais de alerta no idoso:

1. O idoso tem regularmente um aspeto descuidado: andar de pijama ou de fato de treino durante todo o dia pode indicar negligência ao idoso. Assim como falta evidente falta de higiene pessoal. Outro sinal de alerta é o idoso utilizar roupas sujas, roupas que não são suas ou aparecer recorrentemente mal vestido.

2. O idoso manifesta um cansaço excessivo: a falta de energia ou mesmo apatia total podem ser sinais de desnutrição, ou seja, défice de nutrientes essenciais ao bem-estar do idoso. Perder peso de forma significativa, irritabilidade e dificuldade de concentração podem significar que o idoso não está a ser alimentado de forma correta.

3. O idoso aparenta ter medo dos auxiliares: se o idoso se retrai quando um auxiliar geriátrico se aproxima, a família deve estar atenta, para perceber o motivo de tal reação e conseguir atuar de forma imediata para reverter a situação.

4. O lar não comunica acidentes ou quedas do idoso: caso o idoso tenha alguma lesão no corpo sem motivo aparente, é essencial questionar a direção técnica sobre o que se passou. Se a equipa do lar apresentar uma justificação demasiado elaborada, ou incongruente, a família deve ficar muito alerta e atuar, caso a situação pareça suspeita.

5. O lar não permite visitas a qualquer hora: este é um dos sinais de alerta que mais famílias desconhecem, por acreditarem ser o procedimento habitual. Para terem um papel vigilante, as famílias devem ter o direito de visitar os idosos a qualquer momento do dia, sem aviso prévio, para poderem avaliar as condições do lar e o estado de saúde do idoso, bem como conversar regularmente com a equipa técnica da instituição. Há lares que permitem visitas sem restrições.

A Lares Online é líder na referenciação segura de lares para idosos. Conta com uma infraestrutura tecnológica para dar a melhor resposta às famílias e garantir uma referenciação independente e alinhada com as expetativas e necessidades de quem procura este apoio, que é gratuito.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.