A Francesinha é uma especialidade tipicamente nortenha que surgiu num restaurante da baixa portuense, em meados do séc. XX. Este ex-libris gastronómico tem uma legião de fãs, uma confraria e conhece inúmeras versões, feitas ao gosto de cada criador ou de cada cliente.
Trata-se de uma espécie de sanduíche, servida quente, recheada com fatias de carnes diversas e coberta com queijo derretido e um molho picante. Há quem sirva sem picante, extra picante, com carnes magras, sem queijo, mas a aparência é sensivelmente a mesma. O prato terá sido inspirado pelo croque monsieur francês, também ele reinventado por uma nova versão conhecida como croque madame, e adaptado ao gosto português.
Atento às tendências da alimentação actual, onde a saúde é uma das principais preocupações, o restaurante cervejaria PortoBeer criou a Francesinha Vegetariana. A especialidade do Chefe Araújo tornou-se um dos pratos mais pedidos deste estabelecimento, que abriu há pouco tempo na Avenida da Boavista, junto ao Porto Palácio Hotel.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.