A pandemia que estamos a enfrentar condiciona a mobilidade e obriga a alterações nos hábitos diários. Para conhecer e compreender o que a situação inesperada e desconhecida da pandemia por COVID-19, altera no comportamento alimentar, a Universidade de Évora, Escola Superior de Hotelaria e Turismo do Estoril e Faculdade de Ciências da Nutrição e Alimentação da Universidade do Porto, desenvolveram um questionário disponibilizado online.

Aquelas instituições apelam à participação de cidadãos maiores de 18 anos, residentes em Portugal. “Pedimos que responda a cada uma das questões, reportando o seu comportamento neste período. O preenchimento do questionário é anónimo, voluntário e confidencial. Os dados são usados exclusivamente para fins de investigação e não são recolhidos elementos que o identifiquem. Pode interromper a sua participação em qualquer momento sem ter de o justificar”, sublinha Elsa Lamy, investigadora no Instituto de Ciências Agrárias e Ambientais Mediterrânicas da Universidade de Évora.

A mesma fonte informa-nos que “o tempo estimado de preenchimento deste questionário é de aproximadamente dez minutos”.

Ainda de acordo com a equipa que conduz este estudo, “findo o mesmo os resultados serão dados a conhecer, no sentido de apurarmos qual o impacto da doença na nossa alimentação”.

Dúvidas ou questões suscitadas podem ser endereçadas para o e-mail ecsl@uevora.pt

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.