Já usam cremes, já se depilam e alguns até já esfoliam a pele, mas muitos continuam a menosprezar a forma como cortam as unhas das mãos e dos pés e muito menos recorrer a manicures e pedicures. Tão importante como ir ao médico quando se detetam anomalias nas extremidades dos membros, como as onicomicoses, infeções nas unhas causadas por fungos, é controlar os hábitos que favorecem o seu aparecimento.

Para prevenir esta patologia, os especialistas em dermatologia recomendam uma série de comportamentos e recomendações a seguir. Descubra, de seguida, seis dos fatores que mais deve ter em conta.

1. Cutículas e espigões

Evite traumatismos e manipulações, como arrancar cutículas, tirar espigões (tiras de pele levantadas e dolorosas) ou roer as unhas das mãos.

2. Corte

Corte as unhas quando começam a dificultar as atividades do dia a dia. As das mãos devem ser removidas com um corte curvo e as dos pés com um corte reto.

3. Limpeza

Limpe as unhas diariamente com água, sabão e uma escova suave. Seque os pés com cuidado, incluindo os espaços entre os dedos.

4. Cosméticos

Selecione bem os cosméticos para o cuidado das unhas, para evitar possíveis irritações e oclusões. A humidade é o maior risco de infeção.

5. Unhas dos pés

Use calçado amplo e cómodo. Se for de pele, melhor.

6. Chinelos

Utilize sempre chinelos em locais públicos (piscinas, duches públicos, ginásio e sauna) e não ande descalço.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.