Se até eles, habituados a assistir a lançamentos e apresentações, podem ser facilmente enganados e ludibriados nos dias que correm, imaginem então os consumidores comuns. Para mostrar que bloggers, instagrammers e youtubers são facilmente sugestionáveis, os responsáveis da marca de calçado Payless arrendaram uma antiga boutique da Giorgio Armani em Santa Monica, na Califórnia, nos EUA.

Marca de sapatos cria loja falsa e consegue vender sapatos de 17,50 € por 560 € a influenciadores digitais

Depois, convidaram-nos para a abertura da Palessi, o nome que deram àquela que (lhes) foi anunciada como uma nova e luxuosa marca de calçado, dando-lhes a oportunidade de os adquirir em primeira mão. As etiquetas de preços habituais, que muitas vezes não ultrapassam os 19 dólares, cerca de 16,65 euros, foram substituídas por valores mais condizentes com o estatuto da requintada marca que, de requintado, tinha pouco.

No modelo mais caro, em vez dos 19 dólares, passaram a figurar 640 dólares, cerca de 561 euros. Ainda assim, desapareceram num ápice. Nas primeiras horas, o estabelecimento californiano faturou 30.000 dólares, perto de 26.300 euros. Mais tarde, a empresa avisou os influenciadores digitais da partida, devolveu-lhes o dinheiro e ofereceu-lhe os sapatos, que pode ver de seguida. A reportagem da marca está disponível no YouTube.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.