A joalharia portuguesa está de volta aos palcos internacionais. Depois da pausa forçada, pelo cancelamento das feiras e eventos de promoção, a AORP – Associação de Ourivesaria e Relojoaria de Portugal cria um novo formato de showcase, o “Portuguese Jewellery Collective”, que vai percorrer os principais destinos de exportação das joias nacionais.

O primeiro destino é Milão aconteceu ontem, 10 de junho, com a presença de seis marcas: Arte Nova Jewellery, CINCO, Galeiras, Tashi, Wonther and Fiordy. Com perfis heterogéneos, partilham em comum uma abordagem contemporânea à joalharia portuguesa, vocacionada para a nova geração de consumo, privilegiando materiais sustentáveis e os canais digitais de contacto.

O evento, que foi organizado em parceria com o estúdio milanês Zeta Studio, dirigiu-se a compradores de departments stores (grandes armazéns), concept stores, cadeias de retalho e galerias, italianos e internacionais com representação em Itália, representantes de revistas especializadas no setor da moda e líderes de opinião na indústria.

Segundo Nuno Marinho, Presidente da AORP, “É imperativo regressarmos aos mercados internacionais, liderando o setor no sentido de encontrar novos formatos de abordagem aos compradores e ao consumidor final. É inegável que a forma de fazer negócios, sobretudo no contexto internacional, mudou e, enquanto Associação, compete-nos guiar as empresas do setor na sua trajetória de adaptação e redefinição estratégica”.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.