"Trata-se do primeiro relógio de pulso do mundo com quatro mostradores. Ao incorporar três tipos de informações lunares no mostrador interno da icónica base da caixa do Reverso (o ciclo sinódico, o ciclo dracónico e o ciclo anomalístico), o Hybris Mechanica Quadriptyque consegue mostrar o próximo acontecimento global de eventos astronómicos como superluas e eclipses - sendo o primeiro relógio de pulso do mundo a fornecer uma leitura tão profunda do cosmos", explica.

Esta peça de relojoaria tem um preço de venda ao público (PVP) que ronda os 1.607.000 euros.

Veja as fotos

Principais características destes relógio:

  • Primeiro relógio do mundo com quatro mostradores;
  • "Reverso" mais complicado já produzido;
  • Total de 11 complicações, incluindo calendário perpétuo, repetidor de minutos, indicações de ciclos sinódico, dracónico e anomalístico (nunca antes apresentados juntos num relógio de pulso), apresentando 12 patentes;
  • Combina a maestria da Jaeger-LeCoultre em relógios “sonnerie”, mecanismos de precisão, complicações astronómicas e relojoaria ultracompacta;
  • Design e construção pensados para o utilizador: o "Reverso" mais complicado é também um relógio para ser usado.

"Com 188 anos pautados por inovação e savoir-faire especializado, a Jaeger-LeCoultre define continuamente novos limites no campo da Alta Relojoaria mecânica", diz a marca.

A série Hybris Mechanica de relógios pioneiros e ultracomplicados consolidou uma constelação de estrelas que brilham fulgurantemente nos céus da relojoaria.

Em 2021, o mais novo astro desse grupo celestial é uma grand oeuvre cuja finalização levou seis anos: o Jaeger-LeCoultre Reverso Hybris Mechanica Calibre 185 Quadriptyque, primeiro relógio do mundo com quatro mostradores de indicações cronométricas.

Desde que surgiram os primeiros relógios de pulso, a corrida pela construção de relógios cada vez mais sofisticados é limitada pelo espaço disponível para o relojoeiro. Ter muitas complicações num relógio só faz sentido se elas puderem ser exibidas de modo legível e compreensível, e se o relógio puder ser usado confortavelmente.

Aproveitando o design exclusivo do icónico "Reverso", a Jaeger-LeCoultre criou algo inédito: uma caixa dupla alimentada continuamente pelo Calibre 185, desenvolvido pela Maison, e uma base de caixa com duas faces sincronizadas e atualizadas pelo movimento primário, todos os dias ao soar da meia-noite, graças a um engenhoso sistema mecânico exclusivo da Jaeger-LeCoultre.

"Se fossem realizadas segundo os métodos mecânicos tradicionais, as 11 complicações do Jaeger-LeCoultre Reverso Hybris Mechanica Calibre 185 Quadriptyque resultariam num relógio muito mais apropriado para mesas do que para pulsos. Mas graças aos seus quase dois séculos de experiência e uma abordagem profundamente moderna da inovação, a Jaeger-LeCoultre narra a história do tempo cósmico e terrestre no espaço de uma caixa com 51 mm x 31 mm x 15 mm - uma história contada em quatro capítulos de virtuosismo relojoeiro", conclui a nota.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.