Criar um novo logotipo e monograma para a Burberry. Foi este o desafio lançado por Riccardo Tisci, que há cerca de cinco meses assumiu as rédeas da direção criativa da marca, ao designer gráfico Peter Saville.

Laranja, branco e beige foram as cores escolhidas para o novo padrão monogramado da marca inglesa idealizado com as letras TB entrelaçadas, numa clara homenagem ao fundador Thomas Burberry.

Por sua vez, para o novo logotipo – que se mantinha inalterado desde 1999 - o designer gráfico foi buscar inspiração a um monograma de Thomas Burberry e a um logotipo da marca que datava de 1908, como é possível ver nos emails trocados entre Tisci e Saville e agora publicados nas redes sociais.

“O Peter é um dos maiores génios do design desta geração. Estou muito feliz por termos colaborado juntos na reimaginação da nova linguagem visual da marca”, referiu Riccardo Tisci sobre o projeto.

Em vez dos tradicionais quatro meses, o logotipo e o monograma ficaram concluídos em apenas quatro semanas. Mas a julgar pelas reações nas redes sociais, o resultado final parece não ter agradado os fãs da marca.

"Isto é uma piada?", "Onde está a tradição?" ou "Este novo logo parece o de uma marca barata ou falsa" são alguns dos comentários feitos a respeito do novo logotipo. De acordo com o site Women’s Wear Daily (WWD), Peter Saville tem uma vasta experiência no que diz respeito a rebranding de grandes marcas, sendo dono de um currículo onde constam nomes como Calvin Klein, Jil Sander e Yohji Yamamoto. Mas nem isso parece ter convencido os fãs.

"Meu Deus isto é um desastre", "Feio", "Uma das minhas marcas preferidas está a destruir-se" ou "Perderam a cabeça?" são alguns dos comentários deixados após a divulgação do monograma. Apesar das críticas, há quem apoie a mudança e tenha curiosidade em ver o resultado final. "Talvez a mudança seja demasiado drástica, mas fico na dúvida até setembro. Quero ver a adaptação do rebranding para o merchandise."

Independentemente das mudanças, de acordo com o site WWD, a Burberry vai continuar a comercializar o tão famoso padrão axadrezado que atualmente é possível ver em diversas peças e acessórios da marca, como é o caso das malas e dos cachecóis.

Recorde-se que em março Riccardo Tisci, que durante 12 anos esteve à frente da direção criativa da Givenchy, foi anunciado como o novo Chief Creative Officer da Burberry.

“Sinto-me orgulhoso e encantado por juntar-me à Burberry como o seu novo Chief Creative Officer e voltar a trabalhar com o Marco Gobbetti. Tenho um enorme respeito pela tradição britânica e atração global da marca e estou muito entusiasmado em relação ao potencial desta marca extraordinária”, referiu o estilista em comunicado.

O novo logotipo deverá ser apresentado em setembro, altura em que Riccardo Tisci vai apresentar a sua primeira coleção para a Burberry durante a Semana da Moda de Londres.

Relembre os momentos mais marcantes na história da marca.

1862: Criada em 1862 no Reino Unido, por Thomas Burberry.

 1879: Em 1879, Thomas Burberry cria a famosa gabardine, construída com materiais respiráveis e à prova de água, tornando-se o produto icónico e imagem da marca.

1901: Surge pela primeira vez o logo equestre Burberry. “Prorsum” que acompanha o logo, vem do latim e significa “em frente”.

1910: Ao longo de várias décadas, a marca foi sendo o parceiro favorito de navegadores, exploradores e pilotos de aviação, nas suas mais diversas façanhas, como é o caso de Claude Grahame-White, o primeiro homem a voar entre Londres e Manchester em menos de 24 horas, vestindo uma gabardine Burberry.

1914-1918: Durante a Primeira Guerra Mundial, Burberry foi escolhida para ser a marca responsável pelo equipamento e fardamento do exército Inglês, no qual cada detalhe foi criado com um propósito muito particular.

1919-1955: É atribuído a garantia da realeza de alfaiataria, pelo Rei George V (1919) e Weatherproofer, pela atual rainha de Inglaterra, Rainha Isabel II (1955). Os emblemas reais são cunho da marca até à data.

1964: A marca de luxo é responsável por vestir as atletas da Comitiva Olímpica do Reino Unido, aquando da sua participação nos Jogos Olímpicos de Tóquio.

1990: Recebe a terceira garantia real como Outfitter, pelo Príncipe de Gales.

1999: O século XX, para a Burberry, terminou como começou, com grandes mudanças. A marca inglesa, na altura denominada Burberry´s, mudou o seu nome para o atual Burberry, acontecendo a primeira mudança de logo da marca.

2018: Com 162 anos de herança, Burberry é uma marca que respira história e tradição. Inovação faz parte da sua identidade. 2018 fica marcado por um anúncio que promete fazer tremer os cimentos do mundo da moda: a chegada de Riccardo Tisci.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.