Os (novos) contornos que valorizam o seu rosto

O contouring está na berra. Não há como o negar. Aprenda connosco a dominar a técnica de maquilhagem preferida das celebridades

O jogo de contrastes entre o claro e o escuro afina os volumes e dá destaque às maçãs do rosto, embelezando-as inquestionavelmente. Estávamos em outubro de 2000 quando Kevyn Aucoin, o muito admirado maquilhador das estrelas, lançou o livro «Face Forward», uma bíblia para as amantes de maquilhagem , onde revelava o rosto da irmã, uma das suas maiores musas, manchado e pintalgado com bases e concealers de cores contrastantes. Na página seguinte, o mesmo rosto e feições completamente transformadas, tudo graças ao poder da maquilhagem.

Este contraste é, desde há muito, um truque usado por profissionais para dar novos contornos ao rosto e trazer à tona as qualidades da pele, escondendo os seus defeitos, modelando-o. A técnica ganhou algum destaque nos últimos tempos, muito graças a Kim Kardashian e às restantes mulheres do clã. Indiferente às críticas de outros gurus da maquilhagem, como a empresária de cosmética Bobbi Brown, a celebridade partilhou várias vezes na sua conta de Instagram selfies do antes e depois de ser maquilhada com recurso à técnica de contouring.

O ritual estético consiste em criar um jogo de sombras com pó bronzeador e corretores com a finalidade de afinar o rosto, salientando e definindo as maçãs do rosto. A partir daí, a febre disseminou-se e as marcas de cosmética, atentas à recente tendência, viram na nova forma de maquilhar uma oportunidade de negócio, lançando paletes compostas por cremes e pós de vários tons para que a consumidora pudesse, também ela, ganhar novos contornos sem precisar da perícia dos profissionais. Afinal, é uma técnica ao alcance de todas.

Uma técnica fácil de contornar 

À partida, a técnica de contouring pode parecer difícil de reproduzir, mas não é bem assim. Há, isso sim, algumas regras a respeitar. É preferível deixar as versões cremosas com cores fortes para sessões fotográfi cas e investir numa abordagem natural. Para isso, aplique corretor e pó normalmente e só depois use uma esponja ou pincel para aplicar um pó um pouco mais escuro do que o seu tom natural nas cavidades das maçãs do rosto.

Esbata, seguidamente, a cor com um pincel macio, aplique um pouco de pó bronzeador e, finalmente, junte um toque de iluminador cremoso apenas na parte superior. Ainda assim, se não é dada à arte da maquilhagem e, para si, gestos como aperfeiçoar o nariz ou trabalhar o oval do rosto são impossíveis de replicar, pode sempre recorrer ao mais recente serviço de contouring da Sephora (15 €) que, em apenas quinze minutos, realça, esculpe e redefine as suas feições de forma irrepreensível.

Outros contornos

Além do contouring, existem outras técnicas que alteram os volumes do rosto em benefício de formas mais graciosas. Estas são duas das mais comuns:

- Baking

Se a sua intenção é iluminar o olhar, esta é a técnica que tem de dominar. Comece por aplicar corretor de olheiras na zona T e por baixo dos olhos. Depois aplique pó solto amarelado por cima do concealer. Aguarde cerca de dez minutos para que esta mistura adira à pele, deixando o calor natural do corpo como nque assar («Baking» em inglês, daí o seu nome) os produtos. Para finalizar, use uma esponja para remover o excesso de pó. Se preferir, humedeça a esponja para obter um efeito blur e esbater qualquer diferença de cor.

- Strobing

Também conhecido por anti-contorno, destaca os pontos proeminentes do rosto, sem que para isso seja necessário recorrer a pós bronzeadores demasiado escuros. Para levar a cabo esta técnica, uma das preferidas de Jennifer Lopez, escolha um iluminador em creme ou em pó e aplique-o nas maçãs do rosto, na ponta do nariz e no arco do cupido, a zona entre os lábios e o nariz. O segredo? Use pouco produto e evite usar iluminadores nacarados.

Texto: Madalena Alçada Baptista

artigo do parceiro:

Comentários