O microbioma humano é a composição única de micróbios de cada pessoa e desempenha um papel importante na sua saúde e bem-estar, incluindo o da pele.

O microbioma da pele é composto de microbiota - bactérias e outros organismos - que coloniza a pele e, entre outras coisas, ajuda a proteger contra infecções, ajuda na cicatrização de feridas, limita a exposição a alergenos e radiação UV, minimiza danos oxidativos, e ajuda a manter a barreira cutânea intacta e bem hidratada.

Cuidar da microbiota da pele é especialmente importante agora, devido ao nosso estilo de vida moderno pautado por dietas desequilibradas e banhos excessivamente quentes.

Esse delicado ecossistema sofre agressões constantes que prejudicam o seu equilíbrio, podendo resultar numa pele mais seca e inflamada, além de causar a proliferação de bactérias patogénicas que podem causar doenças de pele.

Assim, a microbiota da pele é parte integrante da saúde da pele, desempenhando um papel especialmente significativo no combate ao surgimento de doenças como dermatite atópica, psoríase e acne.

O papel dos probióticos

Uma das melhores maneiras de cuidar do microbioma da pele é usar cosméticos formulados com probióticos na sua rotina diária de cuidados com a pele.

Os probióticos são microrganismos vivos que, quando administrados em quantidades adequadas, são capazes de trazer benefícios à saúde da pele ajudando a equilibrar a microbiota cutânea, a fortalecer a barreira cutânea, a promover a reparação dos tecidos, a reduzir a sensibilidade, a controlar acne e dermatites, a combater a ação de radicais livres e a prevenir o envelhecimento prematuro.

O uso de probióticos nos cuidados com a pele ajuda a desenvolver bactérias benéficas e a reparar e restaurar a barreira cutânea. Assim que a barreira da pele é restaurada e se torna mais saudável, o uso de probióticos como skincare ajudará a fortalecer a imunidade da pele, reduzindo essencialmente a inflamação e pequenas erupções.

Na Organii, a Mádara e a Absolution já estão a levantar onda com as suas linhas de probióticos:

Outros cuidados

Além da utilização de produtos com probióticos, é importante ter alguns cuidados para evitar que a microbiota cutânea seja danificada.

Nomeadamente:

- Evitar o uso excessivo de sabonetes. A nossa pele possui uma 'população' de bactérias boas que nos protegem contra doenças e outros problemas, como secura e sensibilidade cutânea. A presença desses microrganismos mantém o pH da pele equilibrado.

Mas a utilização de sabonetes e cosméticos que reduzem muito essas bactérias pode deixar a pele desprotegida e suscetível a doenças como dermatite atópica e acne.

- Invista numa alimentação equilibrada e evite alimentos açucarados, fritos e ultraprocessados, ricos em sal, açúcar refinado e gorduras saturadas e trans, pois favorecem a proliferação de bactérias nocivas que causam inflamação e reduzem a imunidade.

- Aumente o consumo oral de probióticos. Estes podem ser encontrados em alimentos fermentados, como kombucha e miso, e em alguns queijos e iogurtes.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.