A aplicação do laser de Neodimio Yag directamente no tecido gorduroso destrói os adipócitos e aspira a gordura.

É o laser mais coagulante de todos os usados em
Medicina, pelo que há menos possibilidades de sangramento, tanto durante como depois da intervenção, limitando também a inflamação e o aparecimento de hematomas.

Segundo o cirurgião plástico Biscaia Fraga, «esta técnica tem apenas o inconveniente de ser mais demorada do que outras técnicas de lipoaspiração. Em termos de coagulação, a vantagem é muito grande».

Em que consiste

O laser é conduzido por uma cânula de 1 milímetro, que se introduz no tecido através de uma incisão mínima. A fibra óptica que contém a cânula permite trabalhar com transluminação, de forma a controlar a sua posição exacta durante todo o procedimento. O tecido gordo destruído pelo laser é aspirado com outra cânula.

Resultados

O laser gera um calor que propicia a contracção do colagénio (responsável pela firmeza cutânea) sendo que o efeito final da lipo é mais bem conseguido nos casos de flacidez ou de excesso de pele. Também proporciona melhores resultados em zonas em que é difícil aceder com um instrumento convencional.

Biscaia Fraga adianta que «quando se trata de situações moderadas como, por exemplo, uma gordura localizada em redor do umbigo de uma senhora elegante, o resultado é muito positivo. Se se trata de toda uma parede abdominal volumosa, é totalmente impossível com esta técnica, em 70 minutos, conseguir-se um bom resultado».

Para quem se destina

Este tratamento recomenda-se a pessoas do sexo feminino, dos 40 aos 50 anos, porque têm uma pele mais delicada e menos espessa do que as do sexo masculino. Por via de regra, é mais adequada para mulheres elegantes e que têm um ou outro tecido adiposo localizado. É a melhor técnica para tratar zonas com flacidez como a papada, o joelho, as coxas e as acumulações de gordura que se produzem ao redor da axila.

Preço
Entre 1.900 e 4.000 €

Interessa-lhe saber

Realiza-se com anestesia local, através de uma infusão de Klein (fórmula que combina soro fisiológico e adrenalina para a vasoconstrição e lidocaína, de efeito anestésico). É ambulatória, pelo que não necessita de internamento. Pode também recorrer-se a anestesia local com sedação.

Texto: Cláudia Pinto

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.