Os fios tensores conquistam cada vez mais as pessoas a querem melhorar a sua aparência sem terem de recorrer a uma cirurgia plástica. Os fios tensores são um método recente de lifting sem cirurgia que permite combater as leis da gravidade e ajuda a recuperar a firmeza perdida, tratando de forma segura e eficaz a flacidez da pele. Este tratamento é dirigido, fundamentalmente, a pessoas com idades entre os 35 e os 65 anos.

A aplicação de fios tensores é um procedimento estético minimamente invasivo com um curto período de tempo de recuperação e com resultados imediatos sem ter que se submeter a uma cirurgia. Além da redução de rugas e da flacidez cutânea, produzidas pela rede vetorial de suporte formada pelos fios, este método favorece a produção de colagénio, o que se traduz num aumento da vitalidade, elasticidade e luminosidade da pele. Este procedimento traduz-se na implantação de fios absorvíveis que formam uma rede vetorial que atua como suporte dos tecidos a nível subcutâneo, produzindo um efeito tensor.

A duração do procedimento é de cerca de 20 a 40 minutos, necessitando apenas de anestesia local, sem incisões nem pontos, o que resulta na ausência de cicatrizes ou marcas. Os fios ficam impercetíveis, não causando ondulações na face e não são visíveis ou palpáveis. A terapia consiste na inserção de pequenas agulhas ou cânulas carregadas com fios tensores, que permanecem na derme após a remoção das agulhas, praticamente sem desconforto para o doente. Dado ser utilizadas substâncias absorvíveis, a longo prazo os fios tensores são gradualmente assimilados pela pele e tecido subcutâneo, provocando ao mesmo tempo uma produção de novo colagénio estimulando a firmeza e elasticidade da pele.

É um tratamento muito versátil para diferentes aplicações:

  • Disfarçar rugas contorno de olhos
  • Elevar as bochechas
  • Reafirme a área do pescoço
  • Melhora o queixo duplo
  • Melhora as rugas periorais

É feito no consultório, não produz rejeição ou alergias, o material do fio é reabsorvido com o tempo, os resultados são progressivos e naturais, além de espetaculares, e tem a duração de seis meses a um ano.

A elevação dos tecidos faciais é observada de imediato, contudo o resultado final é alcançado num prazo de 40 a 60 dias que corresponde ao período de integração dos fios nos tecidos.

Este tratamento é normalmente combinado com a técnica de harmonização facial como preenchimentos cutâneos, de forma a produzirem um efeito simbiótico de lifting natural.

É também em muitos casos combinado com lasers ablativos e não ablativos que vão estimular e renovar a pele a nível tanto da derme como da hiperderme.

Um artigo do médico Luís Uva, dermatologista, diretor clínico da Personal Derma.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.