Uma noite bem dormida é meio caminho andado para um dia produtivo. Apesar de muitas vezes nos deitarmos a horas decentes, na realidade nem sempre conseguimos ter as recomendadas 7/8 horas de sono diárias. Se se queixa de noites mal dormidas, é possível que esteja a cometer erros comuns que influenciam a qualidade do seu sono.

Saiba quais são e evite-os.

Adormecer no sofá

Apesar de ser muito tentador, adormecer no sofá com a televisão ligada é algo a evitar. O barulho constante pode acordá-lo, e quando for para a cama, ainda meio atordoado, vai acabar por despertar. Tente adormecer logo na cama sem barulhos que possam perturbar o seu sono.

Dormir perto de equipamentos eletrónicos

Faça do seu quarto um santuário livre de computadores, telemóveis, tablets e, se possível, de routers também.

Deixe todos os equipamentos fora do seu quarto, para o deixar limpo de campos eletromagnéticos que, a longo prazo, podem prejudicar o seu sono.

Beber cafeína e álcool

Se não for capaz de abrir mão do café de manhã ou da cerveja ao fim do dia de trabalho, experimente impor horários onde estes alimentos passam a ser proibidos. Por exemplo, cortar com a cafeina e álcool a partir das 18 horas.

A cafeína é um estimulante que inibe a sensação de necessidade de dormir e o álcool é um sedante que acaba por provocar um sono mais fragmentado e ambos são incompatíveis com uma noite bem dormida.

Comer antes de dormir

Se é culpado de travessias ao frigorífico depois da meia-noite, deve fazer um esforço para as eliminar da sua rotina.

Ir para a cama de barriga cheia, para além de engordar, faz com que o corpo se foque na digestão dos alimentos, não nos deixando cair num sono profundo.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.