1 - Em primeiro lugar há que conhecer o tipo de cabelo (couro cabeludo cinza significa falta de hidratação, couro cabeludo vermelho significa hipersensibilidade e couro cabeludo amarelo é sinal de cabelo oleoso).

2 - Também há que verificar a mobilidade do couro cabeludo: se está solta é porque o cabelo tem mobilidade e se não se mexe significa que não há irrigação. O couro cabeludo é uma parte fina na qual estão implantados os cabelos. Se não o massajar, acaba por ficar colado ao crânio, limitando portanto a sua mobilidade. Conclusão: os seus cabelos ficam baços e enfraquecidos, podendo resultar numa queda de cabelo. Uma boa dica é massajar o couro cabeludo de cabeça para baixo para incentivar a irrigação do mesmo.

3 - Deve sempre verificar a elasticidade do cabelo. Como saber se tem cabelo elástico ou não? Se ao puxar o fio ele ficar franzido e não volta ao normal com facilidade, é sinal de que a fibra capilar perdeu toda a elasticidade e a humidade natural, tornando-se emborrachada e fraca. Se puxar o fio e ele depois voltar ao aspeto normal é porque tem uma boa elasticidade.

4 - Ao escolher o champô tem de ter em conta dois fatores: o resultado final ou uma necessidade específica. Ou seja, pode escolher um champô porque tem um cabelo oleoso, ou seco e quer tratá-lo ou então pode escolher de acordo com o resultado final que pretende obter: cabelo mais liso, cabelo mais volumoso, etc...

Em relação à lavagem:

5 - Aplica-se o champô com as duas mãos e com os dedos, repartindo o produto. Não se deve aplicar o produto num só local e esfregar pelo cabelo todo, porque isso só irá ativar a oleosidade e eletricidade estática.

6 - A pentear com o cabelo molhado deve usar sempre um pente largo porque o mesmo está mais sensível e propenso a partir-se.

7 - Para quem lava muitas vezes o cabelo basta lavar o cabelo uma vez, a segunda lavagem é mito. Isso é uma questão de cultura e protocolo.

8 - Deve-se aplicar sempre condicionador ou máscara, porque hidratam o cabelo e ajudam-no a ficar protegido contra o secador, o sol e outras agressões externas. Como escolher entre condicionador e máscara? Se tem o cabelo muito seco deve sempre optar pela máscara porque o seu cabelo precisa, naturalmente de mais hidratação. Caso tenha cabelo oleoso não pense que não deve usar condicionador. Deve fazê-lo na mesma para proteger os fios, mas sempre na máxima da aplicação do meio do comprimento para baixo.

9 - Secar ao natural é sempre a melhor opção, mas se lavar em casa e precisar de usar secadores ou placas deve usar sempre, sempre, sempre um protetor térmico.

10 - Só deve trocar o champô se as necessidades do mesmo mudarem ou se pretender outro resultado final. O cabelo não ganha hábito ao champô, você é que pode querer outro efeito final e por isso deve utilizar um que se adeque mais a essa necessidade.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.