O estudo envolveu mais de 8 mil crianças com idades entre os 8 e os 14 anos e uma das questões colocadas foi: "Os teus pais sentem orgulho em ti?". Por outro lado, também foi perguntado a cerca de 900 pais "Tem orgulho no seu filho?". Estas duas perguntas juntas revelaram resultados impressionantes, e diferentes do esperado.

Na sequência deste estudo, descobriu-se que a maior parte das crianças considera, erradamente, que os pais não têm orgulho neles. Apesar de 82% dos pais terem revelado que se sentem orgulhosos dos seus filhos, apenas 69% dos filhos acha que os pais sentem orgulho neles. A divergência de opiniões aumenta com a idade. Ou seja, nos mais velhos, com idades entre os 12 e os 14 anos, apenas 58% considera que os pais sentem orgulho neles, mesmo que 78% dos pais digam que sim.

A maioria dos pais sente orgulho nos seus filhos, mas entre sentir e mostrar vai uma grande diferença, de acordo com este estudo.

Quando os pais sentem orgulho nos seus filhos e eles sabem disso, a relação entre ambos tem maior probabilidade de ser mais forte.

O estudo revela que 91% das crianças que sentia que os seus pais tinham orgulho nelas, confessaram que se sentiam "próximas" ou "muito próximas" dos seus pais. Em comparação com as crianças que não sentiam esse orgulho, a relação de proximidade também diminuía drasticamente (24%).

D’Arcy Lyness, editor de comportamento da KidsHealth.org, diz: "As crianças vivem para nos fazerem sentir orgulhosos. Essa é a motivação para fazerem as coisas bem."

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.