Há pais que têm muita dificuldade em controlar os filhos e muitas crianças aproveitam-se disso para se comportar de forma menos correta em público, deitando-se no chão, gritando e chorando. «As birras ocorrem tipicamente entre os dois e os quatro anos e são a forma que as crianças encontram para expressar a sua vontade», justifica Ana Serão Neto, médica pediatra e coordenadora do Centro da Criança do Hospital Cuf Descobertas, em Lisboa.

De acordo com a especialista, estes são os princípios básicos que pais e educadores devem experimentar seguir para ultrapassar o problema:

- Tente o diálogo de uma forma pedagógica. «Explique antecipadamente a importância de cumprir a ordem», recomenda Ana Serão Neto.

- Mostre que é você que manda. «Defina claramente as regras, bem como as consequências se o seu filho não cumprir o que lhe pede», aconselha a pediatra.

- Mantenha-se firme. «É importante ser consistente. Se voltar atrás, a criança vai perceber como conseguir o que quer», realça.

- Ignore a birra. «Caso contrário, estará a reforçar o comportamento pela negativa. Espere até a criança se acalmar. Se isso não acontecer, retire-a do local», sugere Ana Serão Neto.

- Se o seu filho, entretanto, fez o que lhe pediu, faça-lhe um elogio ou agradeça-lhe. «As crianças crescem com os seus erros e as regras são fundamentais, pois transmitem segurança», acrescenta ainda a médica.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.