Todos sabemos que num segundo as crianças podem sair da vista dos pais, seja na praia, no supermercado, na rua... E em ambientes onde tudo é novo, é mais fácil a criança distrair-se e ir atrás de algo que viu e perder a noção da distância e do tempo.

De acordo com os mais recentes dados estatísticos europeus (2016), uma criança desaparece a cada 2 minutos na União Europeia.

Não só os pais devem ter alguns cuidados, especialmente em férias quando estão fora do seu ambiente habitual (como, por exemplo, em caso de crianças pequenas, vestir-lhes roupas coloridas sempre que for para espaços com muita gente ou tirar uma foto do seu filho antes de sair de casa para ter a certeza do que tinha vestido), mas também devem ensinar aos filhos como agir numa situação de perigo e como se manterem seguros. A prevenção é a palavra-chave.

A Associação Portuguesa de Crianças Desaparecidas divulga algumas dicas para ensinar aos seus filhos:

1. Nome, número de telefone e morada;

2. Saber usar o telefone;

3. Quem podem visitar quando os pais não estão ( ex: vizinhos, casa dos avós, primos);

4. Onde podem ir na vizinhança;

5. Não abrir a porta a ninguém, salvo se os pais lhe disserem para o fazer num determinado momento;

6. Não dizer a ninguém que estão sozinhos em casa;

7. Ensinar o que fazer numa emergência, como contactá-lo a si, a vizinhos ou familiares ( telefone do trabalho e telemóvel);

8. Ensinar a detetar uma situação de perigo: a) Sempre que se sintam ameaçados ou receosos com a presença de alguém ensine-os a dizer NÃO e a gritarem algo como “ Socorro, este não é o meu pai”; b) A fugirem de imediato da situação; c) A denunciarem-lhe imediatamente o ocorrido.

9. Ensinar que não podem aproximar-se de veículos ocupados ou não, salvo acompanhados pelos pais ou por outros adultos de confiança.

10. Ensinar a criança a não se aproximar de piscinas, rios, lagos ou poços sem que esteja acompanhada por um adulto de confiança;

11. Assegure-se de impor regras para os seus filhos brincarem na rua. Não os deixe sem vigilância. Se por exemplo brincam no quintal, tenha a janela aberta para os ouvir e feche o portão á chave.

"Estou Aqui" - a pulseira que mantém as crianças seguras

A Polícia de Segurança Pública criou o programa "Estou Aqui", dirigido a crianças dos 2 aos 9 anos de idade, onde foi desenvolvida uma pulseira com elevados padrões de qualidade.

Os testes realizados permitem assegurar que o tecido está preparado para aguentar até 12 meses sem perder qualidade.

A pulseira é constituída por uma fita em tecido que contém um código alfanumérico e a inscrição "Call/ LIGA 112".

Linha gratuita SOS Criança: 116 111

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.