Em comunicado, o município refere que componente letiva se inicia pelas 08:30 e termina pelas 13:30, “para deixar espaço para a brincadeira”.

“A tarde fica reservada para as atividades de enriquecimento curricular (AEC) e para a sala de estudo ministrada pelas professoras, com salvaguarda do inglês para os 3.º e 4.º anos que, sendo de tarde, integra a componente letiva”, acrescenta.

Segundo o município, a alteração do horário foi implementada este ano letivo depois de comunidade educativa, direção da escola, junta de freguesia e associação de pais, com o apoio da Câmara, terem sentido a necessidade de criar um “projeto diferenciador” naquele contexto específico, proporcionando às crianças novos estímulos.

“Para já o balanço é positivo, com as crianças mais motivadas, professores e encarregados de educação satisfeitos e com a comunidade mais interligada com o processo educativo”, refere ainda o comunicado.

Assim, as manhãs na escola de Requião são de estudo e as tardes “de muita brincadeira”, com atividades geridas pelos pais.

As atividades selecionadas são a dança, o teatro, o andebol, as artes e o inglês para os 1.º e 2.º anos.

“Os parceiros e as atividades extracurriculares são escolhidos pela comunidade, procurando garantir variedade e qualidade no processo”, lê-se no comunicado.

O projeto educativo da Escola de Requião vai receber esta sexta-feira a visita do presidente da Câmara de Famalicão, Paulo Cunha, no âmbito do roteiro da inovação.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.