Mães trabalhadoras: podem respirar de alívio quando deixam os vossos filhos pequeninos na creche. Estas crianças são mais bem-comportadas e têm menos problemas emocionais do que aqueles que são cuidados pela família ou por amas.

Bebés que frequentaram um infantário ou creche durante um ano ou mais revelaram maior facilidade em fazer amigos e mais competências sociais do que os que ficaram em casa, concluiu um estudo realizado pelo Instituto de Epidemiologia e Saúde Pública Pierre Louis, em Paris, publicado no Journal of Epidemiology and Community Health e citado no Daily Mail.

A investigação envolveu mais de 1400 crianças com idades até aos três anos, comparando as que frequentavam uma creche dirigida por profissionais com as que tinham cuidados mais informais.

Estudos anteriores já sugeriam que os cuidados precoces fornecidos por profissionais podiam impulsionar a linguagem e as capacidades cognitivas das crianças, sendo suscetíveis de melhorar o seu desempenho académico. Os investigadores descobriram agora que essas crianças são menos propensas a ter problemas emocionais e comportamentais na infância e que, possivelmente, virão a deter melhores competências sociais.

Mais de quatro em cada dez crianças analisadas foram cuidadas por amas, enquanto um quarto frequentou um berçário, creche ou centro de atendimento diurno e pouco menos de um terço foram cuidadas pela família ou amigos. Cerca de uma em cada seis destas crianças teve problemas comportamentais, incluindo hiperatividade e défice de atenção, e um número semelhante registou problemas emocionais. Pouco menos de 7% teve dificuldades em fazer amigos, enquanto 13% mostrava poucas competências sociais.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.