A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) realizou uma operação de fiscalização, de âmbito nacional, a parques infantis.
14 brigadas da ASAE fiscalizaram 28 parques, tendo levantado 14 processos de contra-ordenação, detectando um total de 26 infracções.
Foi ainda encerrado um parque infantil na região do Alentejo por falta de condições de segurança. No que respeita às infracções detectadas, o maior número está relacionado com a falta de superfície de impacto. Ou seja, a falta de um pavimento adequado que, em caso de queda, proteja as crianças de ferimentos mais graves.
Foram ainda detectadas infracções respeitantes a deficiências de segurança dos equipamentos e dos parques em geral, incumprimento das regras de instalação e funcionamento deste tipo de estruturas, falta de informação e falta do livro de manutenção que afere a realização de acções de manutenção das boas condições dos espaços.
Quanto ao parque infantil encerrado, além da falta de informações obrigatórias, este espaço possui um chão de terra, sem qualquer superfície de impacto, e os baloiços e restantes equipamentos encontram-se bastante danificados, constituindo um perigo para os seus utilizadores.
13 de Novembro de 2008
Veja ainda: Brincadeiras perigosas
Situações de perigo
Lesões causadas por corrente eléctrica
Golpes na cabeça
Mantenha a sua casa segura

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.