Numa Era em que a informação está à distância de um clique, decidimos reunir e compactar o máximo de informação sobre a ovulação, para melhor perceber o que acontece no corpo da mulher, já que é um dos processos fundamentais para se dar início à tão desejada gravidez.

Segundo a American Pregnancy Association, a ovulação “ocorre quando um óvulo maduro é libertado do ovário e lançado pela trompa de falópio, encontrando-se assim disponível para ser fertilizado. A parede do útero fica mais espessa e coberta com uma mucosa protectora para se preparar para fertilizar o óvulo. Se não existir fecundação a mucosa da parede uterina irá ser expulsa. A expulsão do óvulo não fertilizado com a mucosa uterina é a fase da menstruação.”

Esta é uma das fases que o corpo atravessa que melhor deve compreender, pois é extremamente importante e determinante num processo de tentativa de engravidar. Na fase da ovulação a mulher tem mais de 90% de hipóteses de engravidar.

Mas afinal o que acontece durante a ovulação? Para melhor compreendermos este processo, temos de falar também sobre o ciclo menstrual. O vulgo período, tem início no primeiro dia da menstruação e é finalizado no último dia antes da próxima menstruação, quando se inicia outro ciclo. Normalmente este ciclo tem a duração de 28 dias, mas poderá depender de mulher para mulher. É importante saber qual a duração do ciclo para criarmos a fórmula que irá determinar qual o seu período fértil, e o melhor dia para conceber.

Muitas mulheres cresceram a ouvir falar do “método do calendário”, o método contraceptivo utlizado elas mães e avós quase sempre falível. É este o mesmo calendário que se deve guiar… mas com o objectivo contrário!

Assim, se o seu ciclo menstrual é de 28 dias, tem de retirar 14 dias a esses 28, ou seja, 28-14 = 14. O que significa que ao 14º dia do seu ciclo menstrual vai estar no pico da ovulação, até porque normalmente a ovulação começa a ocorrer dois dias antes ou dois dias depois, e tem uma duração média de 4 a 6 dias. Mas, se por exemplo, o seu ciclo for de 21 dias, terá de fazer a mesma conta mas com outros números: 21-14=7. Neste caso, o dia que deverá ter mais atenção, será o 7º do seu ciclo menstrual.

Também é possível identificar a ovulação através de sinais e sintomas, tais como: secreção vaginal, temperatura basal, aumento da líbido e do apetite e dor pélvica. Algumas mulheres relatam até que ficam mais sensíveis a cheiros e odores mais intensos nos dias que antecedem à ovulação.

A dor abdominal, comum ocorrer durante a ovulação, semelhante à cólica, deve-se à distensão do folículo na hora de eliminar o óvulo, e a secreção vaginal transforma-se no que pode ser descrito como um muco transparente muito semelhante à clara de ovo – Esta alteração deve-se sobretudo para que o fluido cervical, ao ser mais claro e “escorregadio” ajude na sobrevivência do espermatozóide e o guie até ao óvulo.

A ovulação ocorre com um propósito muito simples: criar o ambiente ideal para o espermatozóide fecundar o óvulo.

Após este período é também natural que consiga registar um aumento da temperatura, em cerca de 0,5º. Este fenómeno deve-se à produção de progesterona pelo folículo.

Importante referir que durante a fase de ovulação existem muitas flutuações hormonais que podem influenciar comportamentos ditos “complexos” como a alteração de humor e apetite na mulher.

Então qual a diferença entre período fértil e ovulação?
A ovulação é um processo que acontece durante o período fértil da mulher, e é durante a ovulação que existem as melhores probabilidades de engravidar. A principal diferença que podemos encontrar entre os dois é que o número de dias do período fértil corresponde aos dias em que é possível engravidar. Já a ovulação tem apenas a duração de 24h, em que o óvulo está pronto a ser fecundado.

Sugestão: existem calculadoras de ovulação online e aplicações que a ajudam a perceber qual o seu período fértil e aumentar as suas probabilidades de engravidar naturalmente.

conceive plus