Segundo um estudo publicado no British Journal of Obstetrics and Gynaecology, o hábito de dormir de costas durante o último trimestre da gravidez pode duplicar o risco de morte fetal.

O centro de pesquisa de nados-mortos do Mary’s Hospital, em Manchester, na Inglaterra, estudou cerca de 300 casos de grávidas cujos bebés nasceram sem vida e cerca de 700 mães com bebés saudáveis.

Como preparar bem o peito para amamentar?
Como preparar bem o peito para amamentar?
Ver artigo

A conclusão foi a de que cerca de 130 dos casos de morte poderiam ter sido evitados se as mães tivessem dormido de lado nos últimos meses da gestação.

A hipótese mais considerada é que o peso da barriga comprime os vasos sanguíneos, restringindo o fluxo sanguíneo e a oxigenação do feto.

Com este estudo, os investigadores evidenciaram que a posição do sono no final da gravidez é um fator de risco modificável para a morte fetal.

Cabe às futuras mamãs não adormecerem nessa posição, colocando almofadas ou rolos na cama que impeçam a rotação do corpo para a posição menos recomendável.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.