Quando se dava o auge dos ‘Morangos Com Açúcar’, série em que deu vida ao rebelde Rodas, Tiago Aldeia vivia, nos bastidores, um dos momentos mais duros da sua vida. Durante cinco anos acompanhou a progressão da doença da mãe, um cancro da mama, que ficou marcada por “várias fases”.

Num testemunho inédito a Daniel Oliveira, para o 'Alta Definição' deste sábado, o ator falou pela primeira vez sobre a perda da progenitora.

“O facto de perder a mãe com 20 anos e ter acompanhado uma doença prolongada durante a minha juventude”, admite, contribuiu para que amadurecesse mais cedo.

O artista confessa que foi domado por “um sentimento de culpa por não estar tão presente”, contudo, seria impossível contrariar o estrondoso sucesso que a série juvenil trouxe à sua vida - a série foi inclusive a rampa de lançamento para uma carreira que nunca parou de acumular sucessos.

“Nunca acreditei que a fosse perder. Achava sempre que era uma coisa temporária, até que aconteceu”, atirou. “As últimas semanas foram mais complicadas, ela estava no hospital… Tive de cair no colo dela”, desabafou.

Questionado sobre como lhe foi dada a notícia da perda o ator afirmou que foi “sentida”: “Estava no hospital. Fui ao refeitório com a minha irmã e senti um aperto no peito”.

“Sinto sempre que tenho uma estrela a acompanhar-me. Para quem acredita ou não, é uma defesa. Tenho uma profunda gratidão por tudo o que fez por mim”, afirmou.

Leia Também: Morreu a e encenadora Fernanda Lapa. Tinha 77 anos

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.