Desde que Dylan Farrow acusou o pai, Woody Allen, de ter abusado sexualmente dela desde pequenina foram várias as personalidades de Hollywood que se pronunciaram contra o cineasta.

Contudo, Scarlett Johannson revelou-se contra a generalidade das opiniões a este respeito. "Adoro o Woody. Acho que trabalharia com ele em qualquer momento", assegurou numa entrevista ao The Hollywood Reporter.

"Sempre que posso vejo o Woody e já tive muitas conversas com ele a esse respeito. Mantém a sua inocência e eu acredito nela", acrescentou a atriz.

Estas são declarações que se destacaram uma vez que Johannson é uma das personalidades mais ativas na defesa dos direitos das mulheres. Foi uma das primeiras a juntar-se ao movimento Time’s Up e participou na Marcha das Mulheres no ano passado.

Leia Também: Dwayne Johnson acaba lua-de-mel mais cedo para apoiar Kevin Hart

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.