A ex-agente da atriz Rose McGowan, Jill Messick, foi encontrada morta em casa, aos 50 anos.

Através de um comunicado, a família afirmou que Jill terá cometido suicídio.

Messick foi agente de Rose em 1997, ano em que a atriz terá sido vítima de assédio, por parte de Harvey Weinstein. O nome da agente esteve envolvido na polémica quando o advogado do produtor usou emails antigos trocados entre Jill e Weinstein.

Nas redes sociais, McGowan lamentou a morte de Messick, deixando uma mensagem de apoio à família.

“Para Jill: Que a sua família encontre consolo durante este momento de dor. É espantoso como este homem pode causar tanta dor, mas tragicamente verdade. Este homem mau fez isto a nós as duas”, começou por escrever a atriz na sua conta do Instagram.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.