O Natal é por muitos acarinhado como o tempo da família. Porém, nem sempre é sinónimo de um cenário idílio. Por esta época, muitas famílias vêem-se obrigadas a desmembrarem-se para que os filhos de pais separados possam desfrutar da quadra com os dois progenitores.

Rita Rugeroni vive essa experiência e, esta quinta-feira, desabafou com os fãs sobre o lado mais 'angustiante' do Natal e de como voltou a sentir a magia da quadra com o nascimento de Carminho, de um ano, fruto do casamento com Pedro Ribeiro.

"Para os pais divorciados o Natal só tem um dia. 24 ou 25, dependendo do ano. É, por excelência, a festa da família, mas muitas delas veem-se obrigadas a dividir aquilo que mais custa partilhar, os filhos. Durante algum tempo, a perspectiva de voltar a ser a 'época mais feliz do ano', pareceu-me muito remota. Mas depois... nasceu a Carminho. A minha filha querida, a minha alegria, aquela que faz de qualquer segunda-feira uma verdadeira consoada, esta mini pessoa que veio juntar tudo outra vez, que se ri com a cara toda e que me lembra a cada momento que se os pais estão bem, os filhos são felizes", escreveu.

De recordar que Rita é mãe de Francisco e Miguel, de uma relação anterior. Também Pedro Ribeiro tem três filhos - Mafalda, Gonçalo e Maria - de outro relacionamento.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.