O desejo da princesa Eugenie era abrir-se sobre o passado e foi isso que fez ao escolher o seu vestido de noiva. A princesa optou por uma peça decotada nas costas, deixando em evidência a sua cicatriz, que ficou depois da cirurgia que fez aos 16 anos por sofrer de escoliose.

“Acredito que as cicatrizes contam uma história sobre o passado de alguém e o futuro. É uma maneira de nos livrar-nos de um tabu. Para mim, é uma maneira de comunicar com as pessoas que estão a passar por situações semelhantes com a escoliose ou com uma cicatriz com a qual têm de lidar”, disse a neta da rainha Isabel II, referindo que recebeu muitas cartas após o casamento de pessoas que ficaram muito “felizes” por ter exibido a cicatriz.

“Cartas de raparigas que estavam a passar pelo mesmo e, definitivamente, fiquei muito emocionada com o apoio de todos”, acrescentou.

Recorde-se que foi em outubro do ano passado que Eugenie subiu ao altar e trocou as alianças com Jack Brooksbank. O vestido, da autoria de Peter Pilotto e Christopher De Vos, está agora em exibição no Castelo de Windsor fazendo parte de uma nova exposição.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.