A estatueta que galardoou Penelope Cruz como Melhor Atriz Secundária na cerimónia dos Óscares, em 2009, tem o seu nome gravado de pernas para o ar. Não, este não foi um erro da produção do evento mas a verdade é que esconde uma bonita história.

Quando a atriz ganhou o prémio, atribuído pela sua interpretação no filme 'Vicky Cristina Barcelona', foi-lhe entregue a estatueta e a placa de identificação com o seu nome. É desta forma que a organização procede, disponibilizando-se para no mesmo dia afixar a placa.

No entanto, Penelope não teve tempo para no dia da cerimónia fazer esta personalização e, por isso, o seu pai ofereceu-se para o fazer depois.

"Eles dão-te a placa de identificação separadamente e podes ir lá e eles podem afixar, mas eu não o fiz naquela noite. Então o meu pai ofereceu-se para o fazer, mas quando o fez não estava de óculos... Ele colocou a placa de cabeça para baixo", conta a atriz, que optou por nunca mudar este 'erro' em homenagem ao pai.

"O meu pai, infelizmente, já não está entre nós, então eu nunca quis mudar isso. É como se ele tivesse deixado a sua impressão ali e é muito emocionante para mim", explica, revelando assim que a estatueta ganhou um significado ainda maior.

Eduardo Cruz, pai de Penélope, morreu em 2015, aos 62 anos, vítima de ataque cardíaco.

Leia Também: Penélope Cruz só vai deixar filhos terem redes sociais aos 16 anos

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.