Quando se trata de defender um amigo, Pamela Anderson nunca olha para trás. Recentemente, a atriz entrou numa espécie de rixa com uma apresentadora, que a estava a entrevistar, por causa do amigo Julian Assange, fundador do polémico site WikiLeaks.

Durante o programa televisivo ‘Good Morning Britain’, Pamela foi questionada sobre o seu relacionamento com Assange.

“Ele está a passar por algo terrível. É um prisioneiro político no coração de Londres. É algo que nunca ouvi falar antes. Está à parte de todo mundo, se não me engano só os advogados dele é que o podem visitar”, contou.

“Estou preocupada com a saúde dele. Acho que isto é uma forma de tortura, sinceramente. Nós precisamos de alguém como o Julian neste momento do mundo, e não é uma coincidência que ele esteja a ser silenciado”, argumentou, acrescentando que considera que os direitos humanos do amigo estão a ser “violados”.

Entretanto, a apresentadora do programa, Susanna Reid, disse: “Bom, muita gente acha que ele merece…”.

“Ser abusado?”, interrompeu Anderson.

“Ter de lidar algum tipo de justiça pelo que ele fez”, respondeu a apresentadora.

“Justiça pelo quê? Por dizer a verdade e expor crimes de guerra? Ele não é o réu, ele é o mensageiro. Vocês deveriam saber disso, são jornalistas!”, esgrimou Anderson.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.