É já no dia 8 de maio que Portugal irá receber um dos maiores eventos de entretenimento do mundo: a Eurovisão. Esta é a primeira vez que a cerimónia se realizará por cá, graças a Salvador Sobral, que venceu a edição do ano passado realizada em Kiev, Ucrânia.

Pedro Granger é uma das pessoas envolvidas na organização deste evento de grande envergadura, algo de muito que se orgulha, conforme partilhou com o Fama ao Minuto.

“Não posso contar tudo ainda, só posso contar parte, mas estou a viver tudo de uma maneira muito especial. A RTP foi muito simpática e convidou-me para fazer várias coisas, está a dar muito trabalho, mas está a ser muito giro. A RTP reuniu uma equipa de produção inacreditável”, realçou, claramente entusiasmado com o que se aproxima.

Granger fez questão de sublinhar a qualidade com que todo o espetáculo está a ser preparado, facto que tem surpreendido a comunidade internacional. “Os portugueses, os europeus e o mundo inteiro vão ter de facto uma grande e lindíssima Eurovisão à maneira portuguesa, como nenhuma outra. E é um orgulho quando vejo pessoas que já são minhas amigas, como italianos, alemães ou noruegueses a dizerem que de facto estão orgulhosos pela maneira como a RTP está a trabalhar”, afirmou.

Nesta perspetiva, Pedro frisou que o acontecimento levará o nome de Portugal a todo o lado: “Estamos a falar do evento de entretenimento mais visto do mundo. Não nos podemos esquecer de que os Óscares tiveram 40 milhões de espetadores e a Eurovisão no ano passado teve ‘só’ 200 milhões”.

Fartei-me de chorar em Kiev no ano passado

Pedro Granger foi um dos privilegiados que esteve presente na edição em que Portugal conseguiu vencer pela primeira vez. Um momento único e verdadeiramente inesquecível. “Fartei-me de chorar em Kiev no ano passado. Foi a minha 7.ª Eurovisão e costumo dizer que 8 é o meu número da sorte e é engraçado que a minha 8.ª Eurovisão seja no meu país”, fez sobressair .

Entretanto, relatou também como foi um dos seus encontros com Salvador Sabral: “Estava a trabalhar para a delegação italiana e Itália era a favorita e nós, no dia antes da final, passámos para a frente na casa das apostas. Era a delegação italiana a olhar-me de lado e eu pedia desculpa. Entretanto, o Salvador apanhou-me nos ensaios e disse: ‘Olha lá! Estás por mim ou por Itália? Porque é que ainda não tiraste uma fotografia comigo?’. Tenho um carinho muito grande pelo Salvador, pela Luísa e pela mãe deles. A Luísa foi minha concorrente quando apresentava o ‘Ídolos’ com a Sílvia [Alberto]. Conheci o Salvador muito novo, portanto havia o laço Eurovisão, o país e aquela família lindíssima. Foi muita emoção junta, foi das noites mais bonitas da minha vida. Fizemos direta, saímos da conferência de imprensa… tive para aí 30 e tal horas sem dormir”, contou.

Costumo dizer que o importante é mandarmos algo de que nos possamos orgulhar, o que nem sempre aconteceu E será que este ano Portugal consegue repetir a proeza? Na visão de Granger isto não é o que mais importa e explica porquê: “Costumo dizer que o importante é mandarmos algo de que nos possamos orgulhar, o que nem sempre aconteceu. Depois há uma data de fatores que nem sempre controlamos. O ano passado estavam uma data de condições reunidas: a música, a letra, a orquestração eram lindíssimas, a voz do Salvador única e o seu carisma brilhante. Foi um ano em que fomos os únicos a cantar na bolacha, no centro da arena… às vezes também dependemos do que os outros países têm. Tinha pessoas a pedir para tirar fotografias com a nossa bandeira e umas polacas ao lado que não paravam de chorar”, relatou.

Finalmente os portugueses entenderam o que é o fenómeno Eurovisão“Finalmente os portugueses entenderam o que é o fenómeno Eurovisão. Havia um certo desconhecimento do que é enquanto mercado para os artistas. É uma grande janela para o mundo. Está a ser começado um caminho e agora é continuar”, concluiu.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.