Enquanto recebia o prémio Human Rights Campaign’s Visibility Award, na Carolina do Norte, EUA, Evan Rachel Wood não deixou ninguém ficar indiferente ao seu discurso emocionante sobre a bissexualidade.

“Eu achava que era como todas as outras meninas obcecadas por Jessica Rabbit, K.D. Lang e Melissa Etheridge. Uma menina que ficava mais confortável quando pedia as calças largas ao irmão do que quando usava vestidos. Que preferia brincar na lama do que maquilhar-se”, começou por recordar a atriz, de 29 anos.

Evan Rachel Wood contou ainda que tinha 12 anos quando descobriu que era bissexual.

“Não percebia que poderia ter alguma característica que pudesse ser considerada diferente até aos meus 12 anos – que foi quando os desejos sexuais começaram a tomar conta de mim - e eu comecei a sentir algo que não sabia explicar”, confessou. “Achava que as mulheres eram lindas. Mas como eu nasci assim, nunca parei para pensar se aquilo era estranho ou então se era algo que eu temesse”, acrescentou.

De acordo com a revista People, Evan Rachel Wood disse ainda que à medida que ia crescendo, “enterrava esses sentimentos” com medo de ser odiava e percebendo que também se sentia atraída por homens.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.