Assim como aconteceu com muitos outros programas, também o 'Saturday Night Live' teve de se adaptar a esta nova realidade imposta pela chegada da pandemia da Covid-19. Gravado a partir de casa, o formato contou com um convidado muito especial e que foi apanhado pelo novo coronavírus: Tom Hanks.

O ator foi o anfitrião da mais recente emissão, que gravou no seu lar. O artista ficou encarregue da abertura do programa e não deixou de falar da Covid-19, doença da qual já conseguiu recuperar. "É uma altura estranha para tentar ter piada", começou por dizer.

Tom contou que está bem, em casa, assim como a mulher, Rita Wilson, que também tinha sido diagnosticada com o novo coronavírus.

"Desde que fui diagnosticado que sou, mais do que nunca, um 'american dad' (pai americano). Ninguém quer estar perto de mim durante muito tempo e deixo as pessoas desconfortáveis", disse, destacando o seu bom humor.

Ao recordar como foi bem tratado na Austrália, o artista acrescentou sobre o que aprendeu em relação a ver a temperatura do corpo em graus celsius . "36 é bom, 38 é mau. Basicamente, é como Hollywood faz em relação às mulheres”.

Siga o link

Recorde-se que o casal estava na Austrália quando foi diagnosticado com Covid-19. Foi no país que foram tratados, mas, entretanto, conseguiram regressar a casa, aos Estados Unidos.

Leia Também: Tom Hanks e Rita Wilson regressam aos Estados Unidos após quarentena

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.