António Pedro Cerdeira aceitou estar hoje, dia 28 de novembro, à conversa com Júlia Pinheiro para esclarecer todas as acusações de violência doméstica que lhe foram feitas e divulgadas publicamente na semana passada.

A ex-companheira do ator, Susana Silva, divulgou fotografias de supostas agressões de que foi alvo e acusou António Pedro Cerdeira de violência doméstica. Em declarações no programa 'Júlia', o artista diz que "as notícias que têm saído têm sido completamente ao lado da verdade" e que foi, por isso mesmo, que aceitou esclarecer tudo.

"Eu fui e continuo a ser vítima de violência doméstica", começou por sublinhar ator. "Tenho esse estatuto de vítima", acrescentou.

António Pedro Cerdeira revelou que a ex-namorada tinha problemas relacionados com "alcoolismo" e "outras substâncias", tendo sido chantageado de forma a não terminar a relação que mantinham.

O ator garante que foi agredido por Susana Silva, que terá ainda agredido os agentes da polícia que a tentavam parar num dos vários episódios de violência vividos. "Enquanto gritava 'eu sou filha do Salgado'", notou ainda.

Para caracterizar a ex-namorada, António recorreu à seguinte frase: "É uma perigosa, completamente descompensada, com um problema de alcoolismo, com problemas de outras substâncias, inclusive de comprimidos". Questionado sobre o que diria a Susana caso se encontrasse de novo com ela, o ator respondeu: "Dizia para deixar de ser uma agressora. É uma agressora física, psicológica e não me causa só danos a mim, mas também a todas as pessoas à volta.".

Júlia Pinheiro, incrédula com o que ouvia, fez a seguinte questão: "Como te deixaste encantar?". António Pedro Cerdeira, sem pudores, esclareceu: "Fomos vivendo e comecei a descobrir os problemas aos poucos. Os problemas de álcool, que estão documentados... Apaixonei-me, sofri, comecei a fechar-me e não soube lidar com a situação. Fui comodista, fui cobarde e fiz 50 tentativas para acabar a relação e não consegui".

Aos 52 anos, o artista vive um drama que parece longe de terminar e que, segundo o próprio, já lhe custou até um trabalho. "Desisti de uma peça agora, que ia fazer no [Teatro da] Trindade, para além de um trabalho que perdi, porque percebo o incómodo das pessoas, mesmo sem ter culpa. Não quero sujeitar os meus colegas a isto", notou.

Ainda assim, revela que tem sido muito apoiado por colegas e amigos, até por pessoas com as quais falou muito poucas vezes.

Confrontado por Júlia sobre como explicou toda esta situação aos filhos, António Pedro Cerdeira disse o seguinte: "Expliquei rapidamente porque os meus filhos conhecem-me. Tiveram o cuidado de não o dizer [na altura da relação], mas agora já dizem que o pai era maltratado. Eles têm passado muito mas eles sabem o pai que têm".

O ator notou ainda que esteve nove anos numa relação com Susana Silva e que vincou que esta entrevista a Júlia Pinheiro é "a primeira e última" que dará sobre este tema.

Leia Também: António Pedro Cerdeira vai responder a "todas as perguntas" em entrevista

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.