Joan Fontaine, a estrela preferida de Alfred Hitchcock, um dos quais (“Suspeita”) lhe valeu o Óscar de Melhor Atriz em 1940, faleceu este domingo, aos 96 anos de idade, na sua residência da Califórnia, Estados Unidos.

Fontaine, que deixou a sua marca em vários filmes daquele grande mestre do “suspense”, ganhou o Óscar de Melhor Atriz em 1941, graças ao seu desempenho em “Suspeita”, depois de já ter estado nomeada para o mesmo troféu no ano anterior, por “Rebecca”.

Filha mais nova da também atriz Lillian Fontaine, Joan era irmã de Olivia de Havilland, a “Melanie” do filme “E Tudo o Vento Levou”, que ainda está viva e reside em Paris.

Joan Fontaine, que um dia expressou o desejo de morrer apenas aos 108 anos, “esvoaçando no palco como Peter Pan”, teve quatro casamentos e deixa duas filhas.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.