Numa das suas últimas entrevistas, após ter gravado a série da HBO 'Lovecraft Country', Michael K. Williams falou abertamente sobre a sua batalha contra o consumo de drogas.

Apenas meses antes da sua morte, Williams confessou ao apresentador Tamron Hall que procurou ajuda psicológica depois de ter sido nomeado para um prémio dos Emmy.

"Comecei agora a terapia, e estou a levar isto mesmo a sério, a deixar ir as críticas na minha cabeça e aquilo que afeta as minhas ações, as minhas respostas a determinadas situações, os meus relacionamentos", referiu em fevereiro deste ano.

"É um processo muito novo para mim", sublinhou, enquanto promovia o filme 'Body Brokers', o qual fala precisamente sobre o mundo das drogas. "Honestamente, deu-me a volta ao estômago", afirmou na época, notando que o trabalho lhe tinha trazido de volta memórias muito duras.

"As drogas e o álcool não são o problema, apenas são sintomas do problema. E quando essas coisas deixam de existir, o trabalho a sério começa... trabalhar nos defeitos de caráter, no guia moral - no distorcido guia moral", continuou.

"Essas são as coisas que precisam de ser tratadas. Essas são as razões por que consumimos, assim como a nossa incapacidade de lidar com a vida nos seus termos", completou.

Recorde-se que o ator, alegadamente, perdeu a vida na sequência de uma overdose de heroína. A informação ainda não foi confirmada oficialmente.

Leia Também: Michael K. Williams, ator de 'The Wire', morreu aos 54 anos

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.