Maria Cerqueira Gomes foi a mais recente convidada do programa de entrevistas da TVI - ‘Conta-me Como És’, apresentado por Fátima Lopes.

A nova parceira televisiva de Manuel Luís Goucha teve a oportunidade de partilhar o seu percurso tanto a nível profissional como pessoal.

“Sou muito mais emocional do que mental. Sou muito de pessoas, muito menos de coisas”, garante, elogiando a equipa com quem trabalhou no Porto Canal, antes de vir para a TVI.

Maria reconhece o seu lado mais brincalhão denominado-se mesmo como uma “palhacinha”: “Mandava aquela piadinha e pensava que tinha graça. Acho que esse lado do humor ainda está dentro de mim”, afirma de sorriso no rosto.

O início da sua carreira na televisão chegou com um casting que fez para entrar no Porto Canal e que acabou por correr muito bem. Ainda assim, Maria teve de ultrapassar várias barreiras: “Passei as passas do Algarve, chorava imenso. Tive de crescer a fazer televisão. A ver-me constantemente a errar. Não havia formações”, lembra.

A sua despedida do canal não foi fácil, tendo em conta a enorme ligação que criou com a sua equipa: “No último dia acho que mal falei no Porto Canal. Sei que vou sentir falta delas. É tão forte o que sinto, que só peço metade”.

Quando a este novo desafio, desta vez ao lado de Goucha, Maria mostra-se confiante em si mesma: “Não tenho medo das comparações, sei que vão existir é inevitável, mas também sei que tenho um percurso de 12 anos que prova que sou aquilo e que não quero ser ninguém. Quero continuar a ser o que sou, porque acho que foi por isso que também me escolheram”.

Posteriormente, elogia o seu parceiro nas manhãs: “O cuidado que ele tem tido comigo é de uma pessoa com um coração gigante. O Manel é uma pessoa super atenciosa. É um anjo da guarda não é?”

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.