Madonna acaba de bater um novo recorde nos EUA. É a única artista feminina a ter 50 singles na tabela dos discos de dança mais vendidos. Essa não é, no entanto, a única razão que a cantora norte-americana de 61 anos tem para celebrar. Com a remistura de Honey Dijon para "I don't search I find", é também a primeira artista a atingir, pelo menos uma vez, o número 1 na tabela Dance Club da Billboard em cinco décadas consecutivas. Na década de 1980, foram 9.

Na década de 1990, conseguiu-o por 13 vezes. Na década de 2000, Madonna viu o seu nome no topo da lista por 18 vezes, o dobro das vezes que o atingiu na década de 2010. A intérprete de "Like a prayer", Bedtime story" e "Give it 2 me", que ontem terminou a residência artística de 12 datas da atual digressão no London Palladium, em Londres, em Inglaterra, tem mais 17 êxitos no top Dance Club da Billboard do que Rihanna, 28 do que Beyoncé e 30 do que Janet Jackson.

Em 37 anos de carreira, só nos EUA, Madonna atingiu o topo das tabelas dos discos mais vendidos por 162 vezes. Os singles "Holiday/Lucky star" e "Music" repetiram a façanha por cinco vezes e as canções "Ray of light" e "Hung up" por quatro. "Like a virgin" e "Express yourself" fizeram-no por quatro vezes. Até hoje, a artista, que tem casa em Lisboa, já vendeu mais de 250 milhões de discos, valendo 850 milhões de dólares, cerca de 785 milhões de euros.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.