O facto de, alegadamente, Bárbara Bandeira, de 17 anos, ter saído de casa por estar de costas voltadas com a mãe, que não aceita o seu namoro com o músico Kasha, de 29 anos, foi tema de conversa no programa ‘Passadeira Vermelha’, da SIC Caras, de ontem, quarta-feira.

Ao comentar o tema, Luísa Castel-Branco revelou ter “imensa pena” da mãe da jovem cantora. Até porque, a escritora sabe bem o que é ver uma filha sair de casa em plena adolescência.

“Sei o que foi a minha filha sair de casa aos 17 anos e dizer: eu só saio de casa se a mãe me der autorização”, contou, recordando o momento em que Inês Castel-Branco, sua filha, quis ir viver sozinha.

“Sei que a minha filha já disse em várias entrevistas que se arrepende de não ter sido mais tempo adolescente”, acrescentou, explicando que na época a atriz já ganhava o seu próprio dinheiro.

“Se não é aqui nesta casa que se sente bem, vá viver sozinha”, terá respondido Luísa perante a vontade da filha.

“Permitam-me que vos diga, é uma dor do caraças.”, disse, sem conseguir conter as lágrimas. “A pessoa fica a pensar: não vou poder ver como é que ela está na cama.”, acrescentou, como forma de justificar a sua opinião sobre o caso.

“Estou a personalizar aquilo que estou a dizer, mas estou a dizer com conhecimento. E óbvio que quando se tem 17 não é o mesmo que quando se tem 20. Com 17 anos é uma criança ainda”, rematou.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.