Ser uma celebridade nem sempre é fácil e no caso de Lily Allen este estatuto revelou-se menos positivo.

A atriz inglesa de 30 anos falou pela primeira sobre a perseguição de que foi alvo, durante sete anos, pela parte de um indivíduo que tinha uma fixação por si.

Entre várias coisas, Alex Gray – o nome do perseguidor, enviava constantemente cartas com insultos à artista e chegou a criar uma página no Twittter com o nome @lilyallenRIP.

Um dos piores momentos foi quando Alex conseguir entrar na habitação de Lily.

“Sentei-me [na cama] e vi a maçaneta da porta a girar. Um tipo entra a correr e eu não sabia quem ele era. Encolhi-me e ele arrancou o edredão, chamou-me cabra”, relata.

Apesar do homem já estar preso, a verdade e que Lilu ficou com traumas. “Sei que alguns medos são irracionais, sei que ele está na prisão, mas, se ouço um barulho, fico com medo”, adianta.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.