Kim Kardashian está cada vez mais determinada em formar carreira como advogada e, como tal, não se deixa adormecer perante os casos reais que considera necessitarem de particular atenção e reestruturação.

Segundo o TMZ, a empresária foi até à penitenciária de San Quentin - uma das mais notórias prisões dos Estados Unidos - para visitar um preso que está no corredor da morte desde 1983.

Kim teve um encontro de duas horas com Kevin Cooper, de 61 anos, condenado por quatro assassinatos nos anos 80. Ao longo das últimas décadas, Cooper tem lutado para provar a sua inocência.

A socialite não deixou de assinalar o momento nas redes sociais, afirmando que acredita na verdade de Kevin. "Tive um encontro emocionante com Kevin Cooper ontem, no corredor da morte de San Quentin. Ele foi atencioso e honesto e eu acredito que ele é inocente dos crimes pelos quais foi condenado", escreveu.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.