Kim Kardashian comentou um dos seus visuais mais badalados: o da Met Gala 2021.

Na altura, a empresária surgiu com o rosto completamente coberto no âmbito de uma criação da Balenciaga.

Embora este visual tenha sido de grande sucesso, Kim confessa que a ideia de cobrir a cara não foi dela, sendo que preferia, inclusive, o contrário.

"Lutei contra isso. Estava do género, 'não sei como é que posso usar a máscara'. Porque é que quereria cobrir a minha cara?", revelou numa recente entrevista à revista Vogue.

"Mas a Demna [Gvasalia, diretora criativa da Balenciaga] e a equipa disseram-me que aquele era um conceito para a gala. Que não era uma festa da Vanity Fair onde toda a gente surgia belíssima. Havia um tema e eu tinha de usar a máscara. Aquele era o look", completou.

Também em declarações à Vogue, Demna Gvasalia afirmou que a arrojada escolha era para marcar um posição quanto ao poder da fama. O facto de Kim ter sido reconhecida apenas pelo seu corpo era o grande objetivo.

Leia Também: Kim Kardashian revela as "mudanças de vida" que levaram ao divórcio

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.