O processo entre Kesha e o seu produtor musical Dr. Luke ainda está longe de terminar. Este fim de semana, a cantora fez revelações surpreendentes sobre o caso. Kesha confessou que chegou a receber uma proposta para desculpar Dr. Luke publicamente das acusações de violação e em troca ficaria livre do contrato com o mesmo.

“Ofereceram-me a liberdade se eu mentisse”, referiu numa publicação na sua página de Instagram. “Eu teria de mentir, desculpá-lo publicamente e dizer que nunca fui violada. É isso que acontece por trás das portas. Eu não vou abandonar a verdade. Prefiro deixar a minha carreira arruinar-se do que mentir por causa de um monstro outra vez” escreveu.

Na publicação em questão, a artista não referiu quem tinha sido o autor da proposta.

Por sua vez, Dr. Luke respondeu ao comentário feito por Kesha, através de um comunicado feito igualmente no Instagram.

“A justiça disse repetidamente que Kesha está livre para gravar sem o Dr. Luke e que ela não mostrou nenhum facto que sustentasse as suas alegações. Isto acontece porque todas as evidências, incluindo o próprio depoimento de Kesha – que foi gravado – são falsas”, afirma um representante.

No mesmo comunicado é dito que Kesha aceitou assinar novos contratos com o produtor, mesmo após o incidente, acusando do seu objetivo ser apenas o “enriquecimento pessoal ao acabar com contratos e conseguir outros mais lucrativos”.

Recorde-se que no início deste ano, Kesha foi a tribunal pedir para acabar o contrato com a Kemosabe Records, propriedade da Sony. A cantora alega que foi drogada, violada e que os distúrbios alimentares de que sofre, terem sido instigados por Dr. Luke.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.